domingo, 24 de fevereiro de 2013

Culto das Mulheres Snt Araucária 30/01/2013

PERDÃO



"Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.
Por isso o reino dos céus pode comparar-se a um certo rei que quis fazer contas com os seus servos;
E, começando a fazer contas, foi-lhe apresentado um que lhe devia dez mil talentos;
E, não tendo ele com que pagar, o seu senhor mandou que ele, e sua mulher e seus filhos fossem vendidos, com tudo quanto tinha, para que a dívida se lhe pagasse.
Então aquele servo, prostrando-se, o reverenciava, dizendo: Senhor, sê generoso para comigo, e tudo te pagarei. Então o senhor daquele servo, movido de íntima compaixão, soltou-o e perdoou-lhe a dívida. Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos, que lhe devia cem dinheiros, e, lançando mão dele, sufocava-o, dizendo: Paga-me o que me deves.
Então o seu companheiro, prostrando-se a seus pés, rogava-lhe, dizendo: Sê generoso para comigo, e tudo te pagarei. Ele, porém, não quis, antes foi encerrá-lo na prisão, até que pagasse a dívida.
Vendo, pois, os seus conservos o que acontecia, contristaram-se muito, e foram declarar ao seu senhor tudo o que se passara. Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste.
Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti? E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que devia.
Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas." (Mateus 18:21-35)

Verdugos = carrascos atormentadores que ficavam nas portas das prisões e na porta do templo.


Por que nós não perdoamos as pessoas?
Por causa do nosso egoísmo que me domina muitas vezes.

 "Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti? E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que devia." (Mateus 18:33-34)

Quando não tem o coração aberto para perdoar, você é entregue aos verdugos (atormentadores) e começa a ter doenças emocionais.
Todas as doenças dos ossos tem como fundo a falta de perdão e as doenças dos nervos são de cunho emocional.

 
"Não tem como trabalhar a beleza exterior sem trabalhar a beleza interior."
 
 
 
 
Quais são os verdugos que são gerados dentro de nós?
 
  1. Emocional = azeda, desconfiada;
  2. Fisicos = enfermidades Salmos 32:3 - doenças no corpo e nos ossos
  3. Espiritual = nossa relação com Deus também fica obstruída.


"Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta." (Mateus 5:23-24)
 
 
Pra. Elaine Mei Torquato
 


 
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário